14 de jun de 2013

Conversa de Mulher - Na saúde e na doença...

Bom dia amigas queridas! : )

Vocês sabem como eu amo a segunda-feira, né?
Mais um símbolo de recomeço!
Uma nova semana, limpinha, para dar meu melhor e fazer valer a pena!

Mas não podemos esquecer, né?
CADA DIA é um presente de Deus, então cada conjunto de 24 horas deve ser aproveitado como único o especial!

E essa semana vamos começar diferente.
Estive pensativa durante o finalzinho da semana passada e ainda estou.
Tenho refletido bastante sobre o casamento, e em especial sobre nossos votos, aqueles que são ditos na cerimônia enquanto nos casamos.

Na semana passada meu esposo adoeceu.
Foi uma dessas viroses chatas, veio com uma febre bem alta e deixou-o bem abatido.
E lá estava eu, sem poder resolver o problema, tendo que ver meu esposo não dormir direito e sentindo dor.

Podemos pensar que temos algum poder, mas quando a saúde é abalada, se vocês não tiverem trabalhado bem esse relacionamento na saúde, com certeza os problemas virão.

Pense comigo.
O homem é naturalmente independente, ele cuida da esposa, e essa sim, normalmente é mais sensível. (No dia-a-dia, porque nas situações necessárias a gente arrasa, né meninas? : D )
Aí o homem adoece e se torna dependente.
Se vocês não tem uma relação de intimidade real ele pode se incomodar em ter alguém "tomando conta" dele, afinal, ele não é seu filho, né?
Se vocês estão bem unidos e fortalecidos como casal, durante esses dias você pode dizer "tem que comer toda a comida", ou "o remédio é ruim mas tem que tomar" ou o clássico "mesmo que você esteja com frio tem que tirar o cobertor pra baixar a febre" e não vai ouvir um gigantesco "CUIDA DA SUA VIDA"!

E quando nós mulheres adoecemos a situação é um pouco diferente, mas se exige muuuuuuito da intimidade no casamento.
A mulher tende a ficar ainda mais sensível e emocional, o que com certeza sufoca ainda mais um homem independente.
E sabe o que faz o "marido virtuoso"?
Ele fica ao lado da esposa, mima ela, enche de carinho, remedinhos, presentinhos, beijinhos, consultinhas nos mediquinhos, rs, e tudo o mais que for necessário para que ela se reestabeleça.

E enquanto ía ao hospital com o esposo estava em oração e pensando:
Porque deixamos para os relacionar mais intensamente com Deus apenas na hora da dificuldade?
Do mesmo jeito que o casamento precisa ter intimidade para suportar os momentos de dor com um sorriso nos lábios, precisamos nos aproximar de Deus e fortalecer nosso relacionamento com Ele nos momentos de calmaria, assim, quando vierem as provas (e elas vêm para todos!) estaremos firmes e seguros em um relacionamento íntimo com o Rei dos Reis!

Tarefa do dia:
Priorize passar na sua vida um tempo com Deus e com seu esposo todos os dias.
Fortaleça esses relacionamentos e seja feliz!

Ah! Não esqueça de participar do nosso sorteio! AQUI!

Um bom dia ao lado de Jesus!

2 comentários:

  1. Ain essas viroses! :/
    acabando com todo mundo! rs
    Eu pensei nisso também acredita? haha
    estava refletindo sobre isso, sobre saúde esse final de semana, na verdade todos estes finais de semana que tenho ido visitar meu avô doente... é complicado ver alguém doente e não poder fazer muito... não ter intimidade suficiente.
    Isso me lembra... DÚVIDAS e POLEMICAS! (Adoooooro) *-*
    Vamos lá, próximos assuntos:
    - Separação,Divorcio e Viuvez o que a bíblia diz sobre isso? afinal você faz um voto não faz? e então se separa, como ficam os votos? :/
    Se meu esposo morre eu posso casar de novo, tudo bem... mas caramba da para amar duas pessoas então?, por que se for assim... qual a diferença de amar ao mesmo tempo então? não é confuso? ;x
    -
    Outra coisa que estavamos discutindo ontem, foi o fato de que alguns concodaram que Deus não leva ninguém embora se ele não estiver com o "caderninho em dia" como diz meu pai rs
    por um lado faz sentido, afinal Deus perdoa mas as consequencias vem, e você nào morre antes de cumprir nada certo? por outro... é meio que julgar alguém que esta doente por algo que ele fez a tempos atrás, e pode nem ter sido :O
    Hahaha eu adoro essas reflexões, ainda bem que você não minha vizinha Mari! senão...imagina a Tami batendo na sua porta toda vez que tivesse duvidas e viajasse altamente! :P hsuahushas

    beijoo:*

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou dúvida! : )