24 de jul de 2012

Provérbios 31 - Versículo 19





Bom dia meninas!

Como está sendo a semana de vocês?
Espero que ótima!!!

Vamos ao verso de hoje?

Nas mãos segura o fuso e com os dedos pega a roca.

Primeira coisa que me veio a mente assim que li esse verso foi aquele conto de fadas, a Bela Adormecida, lembram? (rs)
Maaaas, de volta ao foco, vamos ver um pouco sobre o que é o fuso e a roca?

Para começar existem 2 tipos de roca, a manual e a mecânica. Como essa segunda foi criada a pelo menos 500 anos depois de Cristo, vamos falar sobre a manual, ok?

A roca é um instrumento usado pelas mulheres da antiguidade para transformar tufos de algodão ou lã (entre outros "tecidos") em linha para costura. Existem alguns tipos de roca, mas ela funciona dessa forma:

    http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/1c/Wirtel01.png
  • A letra "a" mostra a roca, onde fica enrolado o "tecido" a ser trabalhado.
  • A letra "b" mostra o fuso, uma grande agulha por onde se passa o tecido para torná-lo em linha.
  • A letra "c" mostra o volante, pedaço de madeira onde se enrola a linha já separada do tecido.  
E então, já saiu uma lição para você?

Esse capítulo fala muito de trabalho, se você correr um pouquinho nos posts anteriores vai perceber que falamos mais desse tema do que de qualquer outro, mas isso tem um motivo. Cada verso mostra um aspecto do trabalho, uma característica que devemos desenvolver, e nesse caso não é diferente.

Já parou para pensar na paciência que as mulheres tinham para munidas de nada mais do que um tufo de algodão, 2 estacas de madeira e uma agulha fazerem um rolo de linha?

Cuidar para não emaranhar mais aquele tufo, tornar aquela bagunça em uma perfeita linha...
A paciência é um dom divino.
E Deus deixou claro para nós mulheres nesse verso que nossa função também é pacientemente consertar as coisas, torná-las simples e úteis.
A mulher toma o "problema" em suas mãos e o trabalha, trabalha, trabalha.... Até que esteja resolvido da forma correta.

Muitas vezes somos impacientes com nossos esposos, pais, filhos, chefes, amigos...
Essa lista é enorme, mas precisa diminuir, o verso de hoje veio nos lembrar disso!

Que tal tomar um tempinho hoje para refletir um pouco nos emaranhados da sua vida e pacientemente tecer a melhor solução pra eles? : )


Conclusão do dia:
A mulher virtuosa é paciente, e por assim ser suas boas decisões trazem luz à todos.

Um comentário:

  1. Poxa... muito bom hein
    da pra refletir um bocado com isso hein, gostei muito Mari :D
    Beijoo!

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião ou dúvida! : )